QUINTANOTECA

Um arquivo virtual sobre o poeta Mario Quintana

 
Casa+de+cultura+mario+quintana.jpg
d7d7f7fd-67cd-4acd-b7af-8fefe99b2cdb.jpg

O POETA

Mario Quintana nasceu em Alegrete, dia 30 de julho de 1906 e, com 20 anos, veio morar em Porto Alegre. Morou no Hotel Majestic de 1968 a 1980.

Publicou mais de 20 livros, sem contar as antologias. O primeiro, aos 34 anos, "A Rua dos Cataventos". O último, em 1990: "Velório sem Defunto". Com Sapato Florido, Pé de Pilão, Caderno H, Esconderijos do tempo, Lili inventa o mundo, consagrou-se como poeta do cotidiano e lirismo, e um dos ícones da literatura brasileira.

Poeta, jornalista e tradutor, trabalhou nos Jornais O Estado do Rio Grande e no Correio do Povo (com sua coluna Caderno H). Como tradutor, notabilizou-se com sua impecável tradução de Proust. Traduziu a literatura européia, como Giovani Papini, Virginia Woolf, Voltaire, entre outros.

Morreu em 5 de maio de 1994, aos 87 anos. Pelo governo do Estado foi imortalizado na Casa de Cultura que leva seu nome e, principalmente, pelo Quarto do Poeta, uma reconstituição fiel com móveis e objetos pessoais do escritor.

 
 
marioquintana872421894_widexl.jpeg
31494047_1517544125039284_59466212920765
 

A CASA

A Casa de Cultura Mario Quintana é uma instituição multicultural ligada à Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) do Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

A história da Casa de Cultura Mario Quintana tem início em julho de 1980, com a compra do antigo prédio do Hotel Majestic, pelo Banrisul. Em 29 de dezembro de 1982, o governo do Estado adquiriu o imóvel do Banrisul e, um ano mais tarde, em 1983, o prédio foi arrolado como patrimônio histórico, tendo início, a partir de então, sua transformação em Casa de Cultura. Por meio da Lei estadual nº 7.803 de 8 de julho de 1983, o espaço recebeu a denominação de Mario Quintana, passando a fazer parte da então Subsecretaria de Cultura do Estado, ligada à Secretaria de Educação (Seduc)

A obra de transformação física do hotel em Casa de Cultura, entre elaboração do projeto e construção, desenvolveu-se de 1987 a 1990. O projeto foi assinado pelos arquitetos Flávio Kiefer e Joel Gorski, os quais tiveram o desafio de planejar 12.000 m2 de área construída para a área cultural, em 1.540m2 de terreno.

Em 25 de setembro de 1990 a Casa de Cultura Mario Quintana é oficialmente inaugurada, logo após a criação da Secretaria de Estado da Cultura, que foi criada pela Lei Estadual 9.117, em 20 de julho do mesmo ano.

Os espaços da Casa de Cultura Mario Quintana estão voltados para o cinema, a música, as artes visuais, a dança, o teatro, a literatura, a realização de oficinas e eventos ligados a todas as formas de arte. Eles homenageiam grandes nomes da cultura do Estado do Rio Grande do Sul.

 

©2020 por Casa de Cultura Mario Quintana. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now